Friozinho maledeto

Ontem (1/3), quando saí de casa pela manhã rumo ao trabalho, logo percebi que o dia ia ser um lixo.

Logo ao deixar o prédio onde resido, o coletivo que pego todo dia me acenava da esquina e, quando esbocei correr, o farol abriu e adeus.

Para melhorar, chovia. Para melhorar ainda mais, saí com uma camisa simples que, dada a queda vertiginosa da temperatura, não me defendeu do frio.

Andei um pouco mais e uma rajada de vento maldita destroçou o que restava do guarda-chuva. Disparei um olhar satânico para o céu e desafiei:

– Joga um raio logo, filho da p*#a!!!!

Ainda espero pelo raio. Hoje, melhor agasalhado, sinto até calor. Não trouxe guarda-chuva e, vez em quando o céu manda raros raios solares.

Carrego comigo sono e mau humor e a pressão de, daqui a pouco, encarar mais um dia de perseguição às minhas fontes políticas.

Haja paciência pois o dia será longo.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s