O desafio do voo solo

A minha vinda para São Paulo, há quase dois anos, fez um catatau de coisas boas na minha vida profissional. Pude dar mais valor ao meu diploma (ainda que o Gilmar Mendes diga o contrário) e fiz contatos profissionais dos quais, em sua ampla maioria, tenho orgulho e respeito. Pessoalmente, o amadurecimento forçado pela distância da minha já minúscula família me deu uma boa capacidade de planejar meus saltos.

Daí que, se 2009 foi o ano para buscar um emprego com registro em carteira, o que obtive não sem a ajuda indispensável e onipresente da Ruiva Castanhola (a inexpugnável Marina Diana), hoje trabalho em um novo salto: o da busca por uma morada nova em voo solo.

Claro que não tem sido fácil, como não foi o primeiro desafio. Afinal, visitar o imóvel desejado – conheci vários nesses últimos meses – é apenas a ponta do iceberg. O salário que ganho muitas vezes não cobra a extensão do sonho e isso acaba gerando algumas decepções.

Mas, com o apoio e a teimosia da já citada Ruiva, e na conversa com gente mais próxima, tenho arranjado forças para seguir adiante.

Ontem, numa fase totalmente nova dessa busca, fui a um cartório onde autentiquei os documentos exigidos e agora espero ansioso pelo sim da imobiliária, bem como da proprietária do imóvel que estou cercando. Os próximos dias serão de grande expectativa e ansiedade. Vejamos se o coelho sai da cartola e a mágica se consagra.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s