Napalm caseiro

Empolgado com o novo leque de possibilidades permitido pelo fogão à gás, resolvi produzir na semana passada uma noite de frituras.

Daí que corri ao congelador e ri sozinho com um generoso pacote de nuggets fechadinho que clamava para ser devorado.

Ato contínuo, taquei fogo no fogão e aqueci o óleo na frigideira. A primeira leva de umas 12 unidades veio estupenda e convidativa. Levemente dourada. Me contive para não sair comendo e me desconcentrar no ponto da segunda leva.

Eu salivava enquanto punha a segunda leva para fritar. De repente, o óleo pareceu ter aquecido deveras porque ergueu-se uma espessa fumaça. Em segundos, todo o meu apartamento se via sob uma neblina fétida.

Apaguei o fogo, os nuggets da segunda leva puderam ser salvos e outro pânico me tomou a mente: como as roupas, como os cobertores, como toda a casa enfim resistiriam àquela fumaceira que lembrava de muito o napalm de Apocalipse Now?

Fui à dispensa e não havia nenhum produto que pudesse me ajudar. Deixei as janelas escancaradas por longo período. Mais exatamente até que o sono vadio me abraçasse.

Na manhã seguinte, fui tirado da cama pelo cheiro de óleo da casa. Após o banho, abri as janelas de pronto e, como era minha folga, fui ao supermercado e, voltando para casa, inundei o apartamento com uma solução que lembrava lavanda.

Sorte ou não, as roupas resistiram bem. Os cobertores idem. E cheguei a uma conclusão: vou precisar de um exaustor.

Anderson Passos

a saber

Anúncios

2 comentários sobre “Napalm caseiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s