Enquanto os demais discutem, Fluzão arranca

Os meus amigos corinthianos, são-paulinos, santistas e palmeirenses – todos secadores – que me perdoem, mas fato é que o Fluminense joga a cada dia com mais pegada, conjunto e técnica.

O resultado do trabalho capitaneado por Muricy Ramalho é a liderança no Brasileirão 2010 que, passada cada rodada, vai se consolidando.

E isso tem deixado meus incrédulos amigos a esfregar os olhos, a se beliscar e perguntar que fenômeno é esse.

Ao contrário do que se possa supor, não é o nível do campeonato que caiu. Ocorre que em Laranjeiras não se joga um futebol vistoso, moleque. De que adianta futebol bonito, com uma defesa mais vazada do que peneira, vide o badalado e cretino Santos, pergunto.

Eu sou da voz corrente de que meio a zero basta. Afinal, já disse bem o mandatário do vestiário tricolor: lugar espetáculo é no teatro. E eu emendo: no circo também.

No campo de jogo tem que brigar, tem que dar carrinho. Firula só com o resultado garantido. E olhe lá.

Esse Fluminense 2010 está impossível. Se o jogo encrespa, Dario Conca e companhia protagonizam um rompante criativo ou uma jogada de pura raça e a vitória abraça a fiel torcida pó de arroz.

É cedo ainda para falar em título. Mas a julgar pelo esforço dos altivos tricolores, é de se, ao menos projetar que esse escrete vai dar muito trabalho e muitas alegrias na competição.

Anderson Passos

Anúncios

Um comentário sobre “Enquanto os demais discutem, Fluzão arranca

  1. E eu vou estar la pra ver essa cena…so que nao de baixo, pq nao quero ser atingida pelo que vc derramar rsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s