Dá-lhe Peñarol

Embora a paulistada me pareça ter uma antipatia febril pelo futebol jogado nas imediações do Rio da Prata, em especial por argentinos e uruguaios, eu quero dizer que abomino o futebol bailarino. Balé pra mim só em filme ou no teatro. O resto é conversa mole.

E tanto é assim que eu vou torcer, como torci na Copa, para os uruguaios do Peñarol na final da Copa Libertadores da América diante do badalado Santos.

Afinal, depois de estarem praticamente fora da Libertadores, os uruguaios conseguiram o improvável derrubando o Internacional – depois de um amargo empate por um gol em seus domínios – e, como se tudo isso não bastasse, eliminou o temido Velez Sarsfield, da Argentina.

Assim, por ter tirado do páreo dois virtuais campeões da competição, vou de Peñarol e vou de Uruguai esta noite.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s