Datena

Eu nunca mais escrevi sobre o meu ídolo “Datena me dá ibagens” pelo óbvio ululante.

Considerei-me como audiência como que traído quando ele foi da Band para a Record.

E por que volto ao sujeito? Pelo óbvio ululante igualmente. Datena flagrou-se da burrada cometida e voltou para os braços da Band, mandando a Record para onde todo o fiel financiador da emissora deveria enviá-la. Para o inferno.

Dizem os entendidos que a entrevista concedida por Datena à Folha de S.Paulo, onde declarava amor eterno à emissora dos Saad e não descartava sua volta foi a gota d’água para os bispos safardanas que, a partir de então, vedaram que o Datenão pudesse conceder novas entrevistas.

Datena já deu o ar da graça na Band na última segunda-feira (1/8), quando ocupou a vaga de Marcelo Tas no CQC. Programa onde aliás apareci – isso me contaram porque não assisto a atração.

Dia oito ele reestreia na emissora do Morumbi. E espero que, até lá, a Band consiga convocar o comandante “Habilton” a rever sua estada na emissora de Edir Macedo.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s