Sampa tour (2)

Articulei a carona para ir à Cotia com a Índia, a Monique Valdevino, que eu não via de muito. Monique, aliás, é uma graça de menina que foi cunhada do Ferdinando, marido da Marina Diana.

Depois de alguns desencontros no entorno do Shopping Eldorado, todos minimizados pelo celular, pegamos a Raposo Tavares.

Como a nova casa de Marina fica próxima de um novo condomínio em construção, esperei que a turma que fica sinalizando a localização do novo empreendimento às margens da Raposo e no próprio bairro pudessem nos guiar. Por sorte era dia e, por isso mesmo, ativei minha memória fotográfica que nos ajudou a chegar. Não havia um único carregador de placa na estrada ou no bairro.

E lá chegando, Ferdinando vestiu o avental, surrou a massa que daria origem às pizzas. Aos já referidos se somaram Henrique, Alessandra e Teco, os três últimos especialistas maiorais na elaboração de caipirinhas de saquê, as quais entornei com gosto e circunstância, sob o olhar levemente assustado da convidada Roberta Lemes.

O susto dela se desfez quando o “kitinet” do X Box do Ferdinando embalaram a coreografia das danças, a qual, alto, me irmanei sem qualquer coordenação motora.

Encerro o capítulo Cotia e no próximo post vamos de Ibirapuera e Vila Madalena.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s