O sujo falando do esfarrapado

Na noite do domingo que passou, estava zapeando pela TV quando passei os olhos pela Record News e vi uma matéria onde a emissora do bispo Edir Macedo, amparada em investigação do Ministério Público, atacava Aldo Bertoni sob a acusação de que ele abusava sexualmente de suas fiéis.

A matéria é recheada de métodos que a Igreja Universal do Reino de Deus costuma rejeitar, quando o alvo é ela mesma. Munidos de uma câmera escondida, a reportagem da Record invadiu uma celebração da seita com um único objetivo: filmar Aldo Bertoni.

O objetivo foi conseguido, mas nada de ouvir o sujeito sobre as acusações. Isso sim seria jornalismo. Quem sou eu para defender Aldo Bertoni? Longe de mim. Se comprovadas as agressões sexuais que ele pague por mais 85 anos – a idade original dele.

Mas assistir ao anti jornalismo da Record News foi patético, para dizer um termo educado.

Edir Macedo, hoje e sempre, nada mais é do que um golpista milionário que usa a palavra de deus para fazer fortuna e lavar a massa encefálica de fiéis que mais são vítimas de tudo isso.

Gostaria que o Ministério Público não abandonasse o caso Aldo Bertoni, como gostaria igualmente que não se fizesse vista grossa ao enriquecimento sem igual de Edir Macedo e seus pares.

Anderson Passos

Anúncios

2 comentários sobre “O sujo falando do esfarrapado

    • Obrigado pelo aviso. Registro que nem Aldo Bertoni, nem Edir Macedo, nem nenhum pastor neopentecostal é santo. Aliás, escreverei sobre o tema em tempo. Obrigado novamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s