Tic Tac com Monalisa Perrone

Ontem (26/10) corri à Assembleia Legislativa paulista para a cobertura de mais uma interminável e pouco produtiva sessão do Conselho de Ética e Decoro da Casa, cuja reunião tinha por objetivo tratar de um suposto caso de venda de emendas no Legislativo paulista denunciado pelo deputado Roque Barbiere (PTB).

Mal ingressei na sala, ladeado pela Simone Sartori, do portal Terra, e Monalisa Perrone e equipe já estavam lá dando seu plantão jornalístico.

Passado o “boa tarde” de praxe e algumas considerações sobre o que a sessão podia render em termos de matéria jornalística, Monalisa, que é dona de transbordante simplicidade – a qual até já foi tema deste blog – de repente saca da bolsa uma embalagem das balas Tic Tac e ofereceu aos colegas, o câmera Edson Silva e ainda um outro colega cujo nome me escapa e ele há de me perdoar.

E eu, que a ladeava, de repente me vi convidado a também ganhar umas balinhas. Tentei ser diplomático e pedi “uminha”. Mas ela despejou duas balinhas na minha mão e eu lhe confessei que aquilo era motivo sim para um post desse humilde cronista.

De repente, como a sessão avançasse – e nada resolvesse, como de costume – a bela se via tensa porque, com o avançar da tarde, se dava conta de que seu filho, de seus seis anos apenas, estava sozinho em casa.

A equipe de câmera tentava tranquilizá-la até que veio a notícia de que a sessão seria interrompida às 16h30min e retomada somente às 19h. Daí que todos os já mencionados – mais este cronista – a convite da Monalisa, rumamos para o restaurante da Assembleia onde lanchamos.

Me ative a uma Coca Cola e a um pão de queijo – que pedi e ainda espero sua chegada à minha frente enquanto teço essas linhas. Monalisa pagou a despesa de um grupo de sete pessoas, sem pestanejar.

Mas essa é só a ponta do iceberg: como se esperava, Monalisa Perrone esbanjou simpatia, inteligência, contou histórias notáveis da área de jornalismo, e o mesmo vale para a equipe dela e para a Simone também. Todos, sem exceção, mostraram de uma companhia nada deslumbrada e constatar isso num tempo em que muitos coleguinhas sentem viver num mundo de celebridades é uma alegria que eu duvido que essas palavras expressem com a devida exatidão.

Logo acima, eu dizia de iceberg e me retifico. Monalisa Perrone e equipe, bem como a Simone Sartori, que também pode ser encontrada aqui, se mostraram de uma calorosa simpatia, capaz de derreter catedrais, diria o cronista maior Nelson Rodrigues.

Encontros como esse são rejuvenescedores e uma mostra de que nem tudo está perdido em se tratando de carisma, humildade, simplicidade, coleguismo e profissionalismo.

Thanks guys

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s