J Edgar

No final de semana que se foi assisti aos mais recente filme do diretor Clint Eastwood.

A película apresenta a vida de J Edgar Hoover, sujeito que fundou novos métodos e alicerces de investigação policial, que culmina com a criação do FBI (Federal Bureau Investigation).

Veja abaixo o trailer:

O filme de Eastwood mostra um personagem central que tem asco de imigrantes estrangeiros e uma obsessão premente de proteger os Estados Unidos da invasão comunista que engolira parte da Europa.

Dentre os grandes feitos de Hoover, está o crédito de ter avisado ao então senador Robert Kennedy de que o irmão presidente corria risco de vida. Outro feito – que está mais para fiasco – é um dossiê montado contra o Nobel da Paz, Martin Luther King, que flagra escândalos sexuais do pastor.

Outro aspecto abordado no filme com tato é a homossexualidade do personagem central. Mas comovente mesmo é a interpretação de Leonardo de Caprio logo após a morte da mãe.

Por essas e outras, a fita merece ser vista e revista. O Oscar ignorou a película de Clint Eastwood novamente. Mas que a indústria se exploda. E prestigiemos o velho Clint.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s