Proibido suar

Conheci recentemente no prédio onde trabalho uma nova norma: é proibido suar. Ao menos na empresa de consultoria que se instalou por lá. Como constatei isso? Simples.

Ocorre que nas idas e vindas dos raros elevadores – eles são antigos e estragam regularmente – pode-se flagrar homens e mulheres devida e, em alguns casos, luxuosamente uniformizados fazendo longa viagem do 3º para o 4º piso, por exemplo.

Lindo mesmo é quando se tem pressa – e jornalistas em geral têm pressa – e o elevador pausa no determinado andar e no seguinte no outro e no outro, com a turma da consultoria a “viajar longamente” na mais absoluta tranquilidade enquanto o mundo conspira contra os que têm pressa e transpiram em abundância, my case.

Mesmo as copeiras da tal consultoria não hesitam. Uniformizadas distintamente, elas e suas bandeijas desfilam maneiras pelo prédio, mas sempre sob a carona dos elevadores, mesmo que um miserável lance de escadas as afastem de seus destinos.

Saudades do tempo em que eu não dependia de elevador algum para ir longe e mais rápido.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s