Trapalhadas da Virada (2)

Destacado como o evento mais esperado da Virada, a galinhada que o mega chef de cozinha iria servir debaixo do Minhocão desandou. Chegando ao local, reclamou o cozinheiro ao site da Folha de S.Paulo, a turba (faminta?) já havia invadido o espaço desobedecendo a distribuição de senhas.

“Fui até lá, mas a organização pediu para eu não entrar. O pessoal invadiu. Não conseguiram mais respeitar. Mandei servir o que tinha de comida fria. Não tinha água, não tinha como esquentar a comida, não tinha gás, não tinha panela, não tinha água, não tinha nada. Não saio de casa para fazer bobagem, fiquei triste. Foi uma sequência de erros. Paguei o preço de ser o primeiro. A organização não montou a estrutura a tempo. Fico triste porque era uma festa em que eu queria estar e porque queria fazer melhor”, disse o badalado – e desta vez tristonho – Alex Atala.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s