Collor – 20 anos – como não fazer?

Já em 1997, passados apenas cinco anos do impeachment e da perda de seus direitos políticos, Collor foi entrevistado pela repórter Sônia Bridi.

Aidna que fosse o personagem central da sua própria desgraça, o ex-presidente socou a mesa, estrilhou, berrou e tudo o mais.

Vendo pela tevê o ex-ocupante do Planalto, conhecido amante de artes marciais, temi pela segurança da repórter. Felizmente, nada aconteceu.

Ah, vale o registro: em 2009, o Supremo Tribunal Federal absolveu o ex-presidente das acusações de corrupção passiva.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s