Feira livre (3)

São Paulo fez-me ver que a feira livre é um ambiente diferenciado esteja ela num bairro nobre ou numa comunidade mais humilde.

Digo isto pois que outro dia, em plena caminhada por Higienópolis, área nobre colada ao centro da cidade, deparei-me com uma feira livre.

Passo ao lado de uma barraca e uma moça dispensa um baldinho d’ água que só não me atingiu porque me esquivei com uma agilidade de Bruce Lee.

Eu estava com fones de ouvido e a moça, rosto corado de vergonha, me chamou e ofereceu-me um pastel por conta do quase acidente. Declinei – tinha pressa – e aceitei as desculpas pacificado pela generosidade dela.

Mas a cereja do bolo virá no post seguinte.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s