Madrugada intensa (1)

São exatamente 6h de sábado (21/7), quando começo a tecer essas linhas. Logo mais uma pauta me aguarda, ainda em horário incerto. O telefone tocará, a assessora de imprensa me indicará o caminho até a fonte e eu terei de correr.

Mas preciso dizer que a noite, que deveria ser de sono, foi péssima. Eram pouco mais de 4h quando um carro tunado postou-se poucos metros adiante da minha janela. O som que dele brotava era desolador em matéria de volume.

Pensei que, inibido pelo frio, não me ergueria da cama, mas como o barulho se prolongasse, fui à janela. Não sem antes fazer escala breve na geladeira onde ovos podres guardados há meses me serviriam de arma.

Em seguida, abri a janela e vi que a parte traseira do carro se convertera em potentíssimas caixas de som. E, mais grave, seus ocupantes, em torno de cinco entre jovens e moças – quero crer que não eram travestis – incluindo o motorista, dançavam não no passeio público, mas sobre o teto do carro.

Eu ainda juntava o queixo boquiaberto com a cena quando, da sacada do prédio em frente, duas inocentes crianças, um menino e uma menina, se juntaram para assistir aquilo. Pensei de imediato nos meus sobrinhos Guilherme e Beatriz, que deviam ter a mesma idade deles.

Foi por aquelas crianças que assistiam comigo aquela cena medíocre que mirei com redobrado cuidado e disparei: o ovo podre pousou exatamente na “pista de dança” sem, no entanto, atingir os dançarinos.

Antes que o grupo se tomasse de revolta para saber quem arremessara o artefato, uma viatura da polícia encostou ao lado. E eu pensei comigo:

– Opa, agora vai rolar um ‘teji preso’.

Nada. Embora pudesse prender, embora a Rota tenha, aparentemente, autorização para matar, o policial apenas mandou que o motorista, a essa altura cagado de medo, apenas baixasse o volume do áudio, que só sei se tratar de um funk de última categoria.

Ele baixou, ficaram ali uns minutos mais e foram embora finalmente. Essa palhaçada deve ter durado uns 30 minutos. Mas o transtorno não se encerraria ali.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s