Madrugada intensa (Final)

Já são 6h40min, e o meu sono, definitivamente, não sei se é digno de alguma tentativa resgate. Passei no Facebook e um sujeito lá escreve algo como:

– Acabo de chegar do show do Revelação. Sou ‘fan’.

Til não existe mais. A escrita, ou esse modo de escrever altamente desqualificado, é de arrepiar. Assassinaram a escrita, a língua, a concordância. Nem o samba escapou.

Lá fora os primeiros sinais do dia aparecem. O intenso barulho que me despertara mais cedo faz um intervalo. O humilde comércio que fica embaixo do meu prédio levanta suas cortinas. O cheiro de pão saindo do forno apetece.

Não preciso ir à janela. Os olhos parecem querer baixar a guarda. Na rua, outro bêbado grita.

– O show tem que continuar.

Não sei se rio ou se mando esse cara para o inferno nessa altura dos acontecimentos.

Se alguma notícia boa houve nesse sábado foi esta: a fonte que prometera me receber não deu sinal de vida. E, no final da tarde, compensei o sono perdido.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s