F1: a decisão

Torci pelo Sebastian Vettel (para alguns Vettél) e ele sagrou-se o mais jovem tricampeão mundial da categoria após o Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos. Ainda que tenha torcido pelo piloto alemão – que tem tudo para superar os recordes de Michael Schumacher – reconheço que Fernando Alonso fez um grande trabalho e a Ferrari só foi competitiva até o final da temporada graças ao espanhol.

A corrida em São Paulo foi cheia de variáveis devido à chuva. Bruno Senna terminou a temporada – e talvez sua carreira na categoria – de forma melancólica num acidente que quase tirou Vettel da prova. Jenson Button, o vencedor, acabou se beneficiando com a saída do companheiro de equipe Lewis Hamilton que chocou-se com Niko Hulkenberg, da Force India, quando este tentou ultrapassá-lo.

Para o ano que vem, a tendência é termos apenas Felipe Massa representando o País. Massa fez uma temporada irregular e só reagiu no final porque seu lugar na Ferrari esteve ameaçado. Se em 2013, ele não mostrar serviço, dificilmente permanecerá numa grande equipe na sequência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s