Puteiros

Na rua onde fica o prédio onde moro, tudo o que se vê são puteiros a partir do quarteirão de baixo. E, ao que eu ouvi na vizinhança, tudo se fez para fechá-los.

Não se sabe como, mas o fato é que lá estão eles, os puteiros, como colossos do pecado, achincalhando com os olhos de velhas senhorinhas que vão à feira de manhã e cruzam com moços e moças e outros seres híbridos que, de posse uma bandeija simplória de coxinhas, cheiram felizes suas linhas de cocaína para escândalo das pessoas ditas normais – a cena da bandeija de coxinhas sub-aproveitada eu flagrei neste domingo (3/2).

Com toda essa tragédia em Santa Maria, e com a consequente febre de vistorias em casas noturnas mais do que deflagrada, é de se saber se dessa vez os puteiros da rua Bento Freitas terão o devido tratamento da lei em seus domínios.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s