Ativando protetores de ouvido em 3,2,1… (3)

No momento em que teço essas palavras já estou acordado há quase uma hora. São exatamente 4h42min da madrugada de terça-feira (23). Uma pauta de trabalho me espera logo às 7h30min, mas ainda que ansiedade me paute o sono nessas circunstâncias, não foi esse o caso de despertar no meio da noite.

Ocorre que lá pelas 3h40min, um sujeito começou a berrar. Presumo tratar-se de um travesti porque esse é o tipo de pessoa que circunda a região central de São Paulo – pelo menos os arredores aqui de casa – a essa hora.

E curioso: acostumado a escândalos debaixo da minha janela, percebia-se que os gritos vinham de muito longe posto que suas palavras eram inteligíveis. No entanto, berrava-se alto, o suficiente para me colocar de pé.

Embora esse inimigo do sono surpreendente, a minha mãe e zeladora Maria José disse-me de artimanha ainda maior. O post seguinte detalhará o caos.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s