Entre o manifesto e o vandalismo, o segundo sempre vingará

Recorrentemente, grupos de estudantes têm tomado as ruas de São Paulo e de outras capitais para exigir a redução das tarifas do transporte público. Atitude louvável, aliás.

Mas quando as mesmas manifestações impedem o ir e vir de outrem e adotam ainda o requinte – por alguns meliantes que ali se infiltram – da depredação e do caos, faz-se urgente a ação policial sem piedade. O vandalismo anexado a qualquer causa, põe a última a perder em larga escala.

Basta ler os grandes jornais sobre o assunto: absolutamente todos eles condenaram os protestos focando em atos que deveriam ser isolados. Quando o tal movimento estudantil – cuja eficácia e pertinência sempre me pareceu duvidosa – for competente para banir os vândalos, talvez o rumo das coisas melhore.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s