Pelo interior

Pela segunda vez em poucos meses, o jornal onde trabalho me botou na estrada na terça-feira (13). Dessa vez fui à Itapira onde fui cobrir a inauguração da expansão de uma fábrica de medicamentos.

Fato é que se a internet estava ruim, o celular mal funcionava e o 3G fornecido igualmente cruzou os braços, os males foram desanuviando quando eu e o motorista Haroldo Mezadre pegamos o caminho de volta.

Primeiro, passamos por Serra Negra e suas estradas sinuosas e bela paisagem. Mas não pude olhar para a rua que a urgência do envio do texto me obrigava digitá-lo voando. A primeira pausa deu-se em Amparo. Lugar pacato com forte comércio e com traços açorianos que de imediato remetiam à Porto Alegre dos meus avós e levemente minha.

A seguir, paramos em Pedreira, onde não conseguimos acessar o Hi Fi do bar onde nosso almoço foi um lanche passando já das 16h. Mas ali, em mais uma cidade de construções açorianas e onde a bela estação de trem foi transformada em espaço para comerciantes de artesanato, o 3G finalmente deu sinal de vida.

Enviado o texto, voltar a São Paulo ficou muito mais tranquilo. Rodando pela sinuosa estrada de Serra Negra cheia de curvas e obras na pista, demos com um por de sol estupendo.

Ainda pausamos a viagem para um senhor café de coador já com açúcar – os sabores do interior são excelentes – e num outlet, de onde saí levemente mais endividado.

Tomara que adelante mais viagens apareçam.

Anderson Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s