F1 correta demais

Leio no noticiário que estão fazendo uma grita geral – com direito a punição – ao australiano Mark Webber, por ter pego carona na Ferrari de Fernando Alonso pós Grande Prêmio de Cingapura.

Não vi a imagem tampouco o contexto em que se deu a carona, mas berra-se aos quatro ventos que houve risco de atropelamento. Bem, por mais que houvesse risco, punir só o australiano e não o ferrarista me soa estranho.

Por outra, se visse a cena, talvez eu chorasse feito guri cagado porque essas caronas me remetem de imediato ao GP da Inglaterra de 1991 quando Ayrton Senna ficou pelo caminho e Nigel Mansell, a bordo de uma Williams que já voava, deu carona ao brasileiro, com direito a tapinhas entusiasmados de Senna no capacete do inglês.

Sim, às vezes eu começo a achar que o politicamente correto já deu no saco. E que ele não devia pautar a F1 e nenhum outro esporte.

Anderson Passos

Anúncios

2 comentários sobre “F1 correta demais

    • Caramba, o Webber ainda meteu a perna dentro do cockpit do Alonso. O Senna, se muito, deu boas palmadinhas no capacete do Mansell em 1991.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s